Ju, Juju, Jout Jout…

 

Hoje vamos falar sobre JOUT JOUT PRAZER.

(Essa não é uma introdução que eu normalmente  faço, mas ela sim. E, como tenho vivido sob sua influência há algum tempo.. ai vai.)

Julia Tolezano, ou Jout Jout para os íntimos, é uma youtuber  de 23 anos, maravilhosa e que faz um sucesso desgraçado. Mas é óbvio que você já sabe disso porque, a namorado do Caio, dispensa apresentações.

E, se você não sabe,  procura Jout Jout Prazer AGORA no youtube (agora não, termine esse texto primeiro).

Conheci Jout Jout por acidente, quando uma amiga me enviou o vídeo divertidíssimo Alerta Encrenca. Então esqueci que ela existia.

Então, navegando por ai no planeta internet dia desses, assisti a outro vídeo e pensei: “Olha, já vi essa menina antes. Deixe-me ver qualé que é a dela”.

Pronto, a merda estava feita. Horas e horas do meu dia foram completamente dedicadas a esse canal. Não queria mais comer, não queira mais dormir, nem tomar banho (mentira, eu deixo tocando no meu cel enquanto estou no chuveiro também) só queria saber o próximo tema despretensioso e genial.

Porque Jout Jout é assim, sem roteiro. Aquela pessoa que você gosta até quando você não gosta. Na verdade não sei se tem alguém por ai que não gosta, mas deve ter porque o mundo é feito de todo tipo de gente (graças a Deus!!!).

E foi então que percebi que, me identificar com seus vídeos diz muito mais sobre mim do que sobre ela. Ela, uma menina no auge dos seus 23 anos, falando para uma massa de adolescentes e jovens da sua geração, que até fizeram um vídeo dizendo como se sentem tocados pelo  que Jout diz.

Confesso que me senti muito imatura quando assisti a esse vídeo de agradecimento cheio de teens. Porra, tenho 35 anos, uma carreira em comunicação no Brasil deixada por uma vida incerta e alien no Canadá, um ex marido, um namorado gringo, toneladas de neve no inverno frio da porra da América do Norte, anos  de análise e horas de crises existenciais (que se fossem milhas aéreas me permitiriam a volta ao mundo de graça na primeira classe).

Não parece meio infantilzinho ficar assistindo videozinho na internet?  Se fossem vídeos de ajuda com cachorrinhos pulando ao som de Enya, talvez. (Mas eu os veria mesmo assim se tivesse vontade).

Mas Jout Jout não faz videozinho. Não! E não faz porque é uma pessoa analisada (em processo de análise),  que pensa e assume o que pensa e que, curiosamente, tem resposta pra tudo porque não tem resposta pra nada.

Jout Jout, o que eu faço da minha vida? Como eu arrumo um namorado perfeito como o Caio? Eu não sei o que quero ser quando crescer…. Meu namorado esfregou um guardanapo na minha cara… Devo usar coletor menstrual?

Assim como em um bom divã, Julia não vai te dar o step by step da sua vida e vai te fazer entender que o Caio não é perfeito, ou até é, mas pra ela; porque ele está na peneira dela e a sua graminha (audiência) também é verdinha.  Vai te falar pra não tirar o batom vermelho, ou tirar se você quiser, mas se quer viver num relacionamento abusivo, tem que ver o motivo dessa decisão,  porque não está certo isso. Se você deve usar o coletor, ela não sabe, mas sabe como funciona e vai te contar os prós e contras e você decide o que for melhor pra sua vida.

E está ai o porquê de eu ter me apaixonado por ela e ser, provavelmente, a tia avó no meio de fãs que ainda têm espinha na cara. Jout Jout escancara sua vida estimulando as pessoas a viveram o que é vida para elas.

Ainda não sei se as pessoas enxergam dessa maneira, mas eu quero acreditar que sim. E quero tanto que cada vez que recebo um telefonema/whats app de um amigo indeciso ou em crise, envio logo o vídeo da peneira; na esperança de que entenda algo que faça sentido. Não o que ela disse, não o que eu pensei… Mas o melhor que aquela audiência pode fazer com aquilo.

E num  mundo repleto de opiniões formadas sobre tudo e necessidade extrema de pertencimento, ter alguém que estimula o pensamento crítico e desfaz a obrigação de se encaixar em padrões de forma tão simpática é, por que não usar esse adjetivo, aconchegante.

E assim me tornei audiência, pensante e inspirada. Jout Jout, a garota que cutuca e conforta… é sempre um prazer.

 

Um dos meus vídeos favoritos